Aliança Social

Além dos trabalhos de espiritualidade, a Comunidade também desenvolve alguns projetos sociais que complementam o trabalho de espiritualidade desenvolvido na cidade.

Através da Missão Madre Teresa de Calcutá tem como objetivo atender de forma global às famílias e pessoas no âmbito social e espiritual, através de ações que proporcionem dignidade e autonomia aos atendidos, promovendo o acesso aos seus direitos como cidadãos, sendo o foco a dimensão familiar.

Início e expansão

Este trabalho nasceu no ano de 2008, na cidade de Divinópolis, como um Programa de Ação Social da Associação Imaculada do Espírito Santo em um contexto do próprio movimento de pessoas e famílias empobrecidas, que apresentavam ou não dependência química, demandas não acolhidas pelo poder público ou qualquer outra instituição da região.

Estas pessoas buscaram auxílio na Missão Madre Teresa de Calcutá devido a missão precípua da Associação que é de “realizar diversas obras sociais junto à população carente das periferias e ruas, conjugando harmoniosamente evangelização e caridade como faces de uma só moeda”.

Dessa forma, buscou-se a articulação de parcerias para poder sanar as demandas apresentadas.

Realizavam-se visitas uma vez por semana, ou quando necessário, de maneira a acolher estas famílias cujas demandas eram bem diversificadas.

Algumas necessitavam apenas serem atendidas, e a outras buscava-se um acompanhamento mais sistemático devido a complexidade de sua realidade social e econômica.

Convênios e parcerias

Hoje, todo o trabalho acontece de maneira mais estruturada onde buscou-se a abertura do CNPJ da instituição, credenciamento junto ao CMAS – Conselho Municipal de Assistência Social; COMAD – Conselho Municipal sobre Álcool e Drogas e CMDCA – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, além do Título de Utilidade Pública Municipal e damos outros passos para que consigamos atender com mais eficácia e eficiência as famílias atendidas.

Acompanhamos várias famílias, além de diversos atendimentos esporádicos, principalmente moradoras de regiões que apresentam maiores índices de vulnerabilidade.

Sendo assim, realizamos o SAF – Serviço de Atendimento à Família que acolhe pessoas e famílias, dependentes químicas ou não, proporcionando orientação, atendimento psicológico, encaminhamento, inclusive para o mercado de trabalho, concessão de alimentos e outros, etc.

Visita às famílias acompanhadas

O acompanhamento na maior parte das vezes é realizado através de visita domiciliar onde podemos conhecer melhor a realidade da família acolhendo com mais eficiência suas demandas podendo assim articular com a rede de proteção da comunidade a qual a família está inserida.

Outro projeto é o SERVIÇO DE ATENDIMENTO À PESSOA EM CUMPRIMENTO PENAL que tem o objetivo de atender e acompanhar pessoas em cumprimento penal de modo geral e seus familiares oferecendo atendimento psicológico, assistência social e orientação jurídica.

internas do presídio feminino

Membros da Aliança conversam com internas do presídio.

Realizamos grupos temáticos semanalmente no presidio Floramar buscando construir um novo plano de vida com estes. Tanto estes como aqueles que não participam das oficinas, são atendidos em domicilio ou na sede da Associação através da equipe técnica.

Há alguns anos, a Comunidade Aliança de Misericórdia recebeu por doação um terreno localizado na cidade de São Sebastião do Oeste, que fica cerca de 33 km de distância de Divinópolis, Minas Gerais.

Após concretizar a doação,  foi dado inicio a construção de mais uma casa de acolhida do Movimento que irá abrigar mulheres em situação de dependência química e seus filhos menores. A Casa irá se chamar Casa Santa Terezinha.

O projeto ainda está em construção. Estamos finalizando a construção do alojamento, aonde elas vão morar enquanto estiverem em acompanhamento.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2021-11-16-at-10.05.07-1024x768.jpeg

Recentemente iniciamos uma parceria com a Prefeitura Municipal de Divinópolis, através da Secretaria Municipal de Assistência Social para executarmos o Termo de colaboração 003/2021 que tem o objetivo de ofertar o Serviço de Acolhimento Institucional, modalidade Abrigo Institucional, proporcionando acolhimento provisório para adolescentes do sexo feminino com idade de 12 a 18 anos, afastados do convívio familiar por meio de medida protetiva de abrigo (ECA, Art. 101), em função de abandono ou cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção, até que seja viabilizado o retorno ao convívio com a família de origem ou, na sua impossibilidade, encaminhamento para família substituta.

O local aonde funciona este trabalho recebeu o nome de Casa Maria Paola, grande irmã e formadora do Movimento Aliança de Misericórdia que, com seu jeito cuidadoso, delicado, compassivo, sorridente e abandonado à vontade de Deus nos conduziu a atribuir esta missão a ela.

Todas as pessoas atendidas pelos projetos sociais recebem atendimento da equipe técnica que é composta por 01 Gerente, 01 Supervisor, 02 coordenadores (01 com formação em psicologia e 01 com formação em direito), 02 assistente social, 02 psicóloga, 01 educadora social, 04 cuidadores, 06 auxiliares de cuidador, 01 estagiário de direito, 01 estagiário de psicologia, diversos voluntários.

Quer nos ajudar? É simples!

Várias formas de doar-atualizado

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembra me Perdeu sua senha?

Lost Password